Caixa de ódio: aprisionamento em massa criou faculdades do crime

O Brasil insiste em depositar uma parcela cada vez maior de sua população em prisões dignas da Idade Média. Mas o encarceramento em massa no país não vem estancando as taxas de criminalidade, pelo contrário. É ali que o crime se articula.

A marca da favela – suspeito até que prove o contrário

Gabriel Scarcelli estudou em bons colégios e viajou o mundo. Virou motoboy e se mudou para a favela. Foi preso no mês passado, acusado de roubo num inquérito em que o investigador é vítima e a principal prova são reconhecimentos feitos a partir de fotos no Facebook.

Contribua com a Ponte

Clique para doar