x

Ajude a Ponte

Você sabe que a Ponte está do seu lado. Mas, além de coragem, a nossa luta pela igualdade social, racial e de gênero precisa de recursos para se manter. 

Com uma contribuição mensal ou anual, você ajuda a manter a Ponte de pé. Além disso, garante acesso aos bastidores da nossa redação e uma série de benefícios.

Ajude a Ponte

Campanha com mãe de menino baleado em casa divulga abaixo-assinados antirracistas

16/09/20 por Arthur Stabile

Compartilhe este conteúdo:

Rafaela Pinto, mãe de João Pedro, morto com um tiro na barriga durante operação policial no RJ, é uma das protagonistas dos vídeos da Change.org

“Ele tinha sonhos de ser advogado, jogador de futebol”. Assim lembra Rafaela Pinto sobre seu filho, João Pedro, de 14 anos, em campanha contra o racismo feita pela plataforma da Change.org, responsável por abaixo-assinados, feita conjuntamente com a Coalizão Negra por Direitos.

O garoto morreu baleado durante uma ação policial no Rio de Janeiro em 18 de maio, no Complexo do Sangueiro, em São Gonçalo. Ele brincava dentro da casa de um primo quando atingido por tiro de fuzil.

“É urgente rever como eles [policiais] invadem as casas nas favelas, tratando todos como bandidos”, resume Rafaela, no vídeo que protagoniza na campanha. O vídeo teve sua estreia nesta quarta-feira (16/9).

A ideia é engajar pessoas e trazer assinaturas para 90 petições que lutam para dar visibilidade à causa negra. “Acredito que quanto mais assinaturas melhor será para que a justiça venha realmente a ser feita”, defende a mãe.

Ale Santos, colunista da Ponte Jornalismo, é um dos ativistas participantes. Ao lado dele estão Preta Rara, Douglas Belchior, Preta Ferreira e Maria Clara Araújo.

Já que Tamo junto até aqui…

Que tal entrar de vez para o time da Ponte? Você sabe que o nosso trabalho incomoda muita gente. Não por acaso, somos vítimas constantes de ataques, que já até colocaram o nosso site fora do ar. Justamente por isso nunca fez tanto sentido pedir ajuda para quem tá junto, pra quem defende a Ponte e a luta por justiça: você.

Com o Tamo Junto, você ajuda a manter a Ponte de pé com uma contribuição mensal ou anual. Também passa a participar ativamente do dia a dia do jornal, com acesso aos bastidores da nossa redação e matérias como a que você acabou de ler. Acesse: ponte.colabore.com/tamojunto.

 

Todo jornalismo tem um lado. Ajude quem está do seu.

Ajude

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: