Chacina deixa cinco mortos e três feridos na periferia de Jacareí (SP)

18/04/20 por Josmar Jozino e Caê Vasconcelos

Compartilhe este conteúdo:

Crime aconteceu em um baile funk no bairro de Rio Comprido na madrugada deste sábado (18/4); mãe de uma das vítimas afirmou não saber quem pode “ter feito essa maldade” com o seu filho

Chacina aconteceu na periferia de Jacareí (SP) e deixou cinco mortos | Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Uma chacina deixou cinco mortos e três feridos na madrugada deste sábado (18/4) na periferia de Jacareí, interior de São Paulo. O crime aconteceu por volta das 4 horas da manhã na rua Rio de Janeiro, no bairro Rio Comprido.

Os jovens mortos tinham de 17 a 18 anos. O caso foi registrado na Delegacia Seccional de Jacareí e será investigado pela DIG (Delegacia Investigações Gerais) local.

Leia também: Vendedor, desempregado e muitos estudantes: as vítimas do massacre em Paraisópolis

Segundo o delegado seccional de Jacareí, Tales Prado Pinto, tudo indica que foi uma briga entre grupos de jovens, por motivações de conflitos anteriores entre familiares dos jovens.

O delegado também afirma que nada está descartado, mas ele adiantou, no entanto, que não foi briga entre facções criminosas. Tales acrescentou que no local havia um baile funk frequentado por dezenas de pessoas.

Leia também: Um deputado exige mais chacinas em SP: ‘dez mortos’ para cada morte de PM

Entre as vítimas fatais estão os estudantes Gustavo de Almeida Augusto, 17 anos, Kevin Henrique Guedes Souza Ribeira, 17 anos, e Antonio de Oliveira Carvalho Neto, de 18 anos. O estudante Álvaro Thomaz Leopoldino, de 18 anos, foi socorrido, mas faleceu no pronto-socorro da Santa Casa de Jacareí. Uma das vítimas não foi identificada.

Izadora de Paula Soares, 18 anos, baleada no ombro, e um adolescente de 15 anos, baleado no quadril, não correm risco de vida. Já o terceiro, o ajudante de motorista Giuseppe Lima Stetner, de 25 anos, foi baleado na cabeça e está em estado grave e internado em São José dos Campos.

Leia também: PMs ameaçaram ‘voltar para matar’ antes de chacina em SP, relatam moradores

A Ponte conversou com a dona de casa Kelly, de 39 anos, mãe do Gustavo, um dos mortos. “Meu filho estava com os amigos no baile funk. Ele não tinha inimigos nem envolvimento com coisas erradas. Ele tinha parado de estudar o ensino médio para fazer um curso de cabeleireiro”.

A mãe conta que tem outra filha, de 9 anos, e afirmou não ter ideia de quem possa “ter feito essa maldade” com o seu filho.

O que diz a SSP

A reportagem procurou a Secretaria da Segurança Pública, por meio da assessoria InPress. Em nota, a pasta informou que “a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jacareí investiga o homicídio de quatro pessoas e a tentativa de homicídio de outras quatro, ocorridos na madrugada deste sábado (18), na avenida Rio de Janeiro”.

“Segundo o apurado, as vítimas foram baleadas por indivíduos durante um ‘fluxo’. Foram apreendidos projéteis e estojos de calibres 380 e 38 para perícia. Diligências estão em andamento para identificar e prender os autores”.

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: