Eventos no centro e na periferia de SP debatem encarceramento

26/06/17 por Ponte Jornalismo

Compartilhe este conteúdo:

Debate aborda jornalismo, encarceramento e racismo no centro de SP, em 27/6,
na sequência de um encontro que debateu a luta das mães da zona leste ontem (25/6)

Na reta final da campanha #30DiasPorRafaelBraga, que promoveu atividades durante o mês de junho para lembrar os quatro anos de prisão do ex-catador de latas Rafael Braga Vieira e discutir o racismo do sistema de justiça criminal, um importante debate ocorrerá em São Paulo.

Nesta terça-feira (27/6), a mesa “Jornalismo, encarceramento e racismo: problemas e desafios” reunirá as jornalistas Luiza Sansão, repórter da Ponte Jornalismo que cobriu o caso Rafael Braga, Norma Odara, do jornal Brasil de Fato, Jéssica Moreira, do Nós, Mulheres da Periferia, e  Bruno Paes Manso, um dos fundadores da Ponte. Terá início às 19h, na Ação Educativa, na Vila Buarque, região central da capital paulista, o bate-papo sobre os desafios enfrentados por jornalistas que cobrem encarceramento, política de drogas e outras questões de segurança pública.

Ontem (25/6), também como parte da campanha, as Mães em Luto da Leste e os jovens do São Mateus em Movimento se reuniram na mesa “Do encarceramento ao genocídio – A luta das mães”, em um debate sobre a violência de Estado que vitima jovens negros e pobres das periferias, o luto e a luta das mães de vítimas de violência policial, com a participação de Dina Alves, advogada, atriz e pesquisadora na área de gênero, raça e prisão.

Ato por Rafael Braga na Avenida Paulista em abril deste ano

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: