Festival Fala! debate o jornalismo plural e independente a serviço da democracia

A segunda edição do evento acontece do dia 1 a 8 de outubro de forma online e gratuita. Festival tem série de painéis e curso com a jornalista e professora Rosane Borges

Festival Fala! será transmitido no canal do Youtube do Sesc Avenida Paulista também em libras. | Foto: Divulgação

Do dia 1 a 8 de outubro, o jornalismo e a cultura popular serão o centro do debate entre jornalistas, ativistas, pesquisadores e artistas. Em sua segunda edição, o Festival Fala! mostra a importância de valorizar a diversidade e o papel do jornalismo na sociedade. O evento é uma iniciativa de quatro organizações independentes – Ponte Jornalismo, Alma Preta Jornalismo, Marco Zero Conteúdo e 1PapoReto – e este ano conta com a parceria do Sesc Avenida Paulista, que irá transmitir a programação no YouTube.

O festival propõe uma série de painéis que vai reunir profissionais da comunicação do Norte ao Sul do Brasil e de outros países da América Latina. Diante de um cenário de incertezas e ataques à imprensa, o jornalismo de causas tem se fortalecido na construção de novas narrativas, reforçado o seu compromisso com a democracia e se apresentado como um grande questionador de uma realidade marcada pela desigualdade e pela violência.

Na programação dos debates, convidados com diferentes experiências de vida e de profissão abordam questões de raça e gênero, com um olhar para o futuro. Abrindo o festival na sexta-feira (1/10), às 19h, Laércio Portela, editor e cofundador da Marco Zero Conteúdo, comanda uma mesa para pensar o jornalismo e a arte como agentes de reconstrução do mundo moderno, que terá como convidadas as jornalistas Rosane Borges e Donminique Azevedo e a cantora e pesquisadora Fabiana Cozza.

No fim de semana, as mesas debaterão democracia, liberdade de expressão, a relação entre jornalismo e redes sociais e o financiamento de iniciativas independentes. Entre os convidados estão os jornalistas Cristina Serra, da Folha de São Paulo, Ana Paula Rosário, do canal Corpo Político, Xico Sá e Cecília Olliveira, colunistas do El País, Pedro Borges, cofundador da Alma Preta, além do ativista Raull Santiago e Samela Awiá, comunicadora da Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil).

A editora de relacionamento da Ponte, Jessica Santos, conduzirá a última mesa do festival ao lado dos jornalistas latino-americanos Cesar Bartiz, do jornal El Pitazo (Venezuela) e Alejandro Valdéz, cofundador do El Surti (Paraguai), e da pesquisadora da USP, Alecsandra Matias de Oliveira, para falar da parceria entre veículos de diferentes países.

Ajude a Ponte!

Uma das novidades desta edição é o curso “Jornalismo, o mundo moderno e as novas formas de mediação”, que será ministrado por Rosane Borges, que além de jornalista é professora doutora da Escola de Comunicação e Artes da USP. A cada aula, entre os dias 5 e 8 de outubro, ela receberá dois convidados para tratar da pluralidade de vozes, as vivências de mulheres negras, dos povos indígenas e a arte como transformação social. As inscrições para o curso serão gratuitas e podem ser feitas a partir das 19h do dia 28/09 no site do Sesc.

Veja a programação completa:

Mesa de abertura: “Como o jornalismo, arte e a cultura podem colaborar na reconstrução desse mundo moderno que se encontra em ruínas?” com Rosane Borges (Carta Capital), Fabiana Cozza dos Santos e Donminique Azevedo (UNEB). Mediação: Laercio Portela (Marco Zero Conteúdo).

Sexta-feira, 01/10, às 19h

Mesa 1: “Jornalismo e democracia: ou vai ou racha!” com Cristina Serra (Folha de São Paulo), Ana Paula (Canal Corpo Político) e Cecilia Olliveira (El País). Mediação: Pedro Borges (Alma Preta Jornalismo).

Sábado, 02/10, às 10h

Mesa 2: “Jornalismo influencer: resistência narrativa nas redes” com Samela Awiá (APIB), Martihene Keila de Oliveira (Sargento Perifa) e Xico Sá (El País). Mediação: Raull Santiago (Perifa Connection).

Sábado, 02/10, às 15h

Mesa 3: “Quem vai financiar o jornalismo independente o Brasil” com Daniele Moura (Jornal Maré Notícias), Elaine Silva (Alma Preta Jornalismo) e Rogério Christofoletti (UFSC). Mediação: Rosenildo Ferreira (1PapoReto).

Domingo, 03/10, às 10h

Mesa 4: “Diálogos Sul-Sul” com Alejandro Valdéz (El Surty, do Paraguai), Alecsandra Matias de Oliveira (ECA-USP) e Cesar Batiz (El Pitazo e Poderopedia, da Venezuela). Mediação: Jessica Santos (Ponte Jornalismo).

Domingo, 03/10, às 15h

Comentários

Comentários

Já que Tamo junto até aqui…

Que tal entrar de vez para o time da Ponte? Você sabe que o nosso trabalho incomoda muita gente. Não por acaso, somos vítimas constantes de ataques, que já até colocaram o nosso site fora do ar. Justamente por isso nunca fez tanto sentido pedir ajuda para quem tá junto, pra quem defende a Ponte e a luta por justiça: você.

Com o Tamo Junto, você ajuda a manter a Ponte de pé com uma contribuição mensal ou anual. Também passa a participar ativamente do dia a dia do jornal, com acesso aos bastidores da nossa redação e matérias como a que você acabou de ler. Acesse: ponte.colabore.com/tamojunto.

Todo jornalismo tem um lado. Ajude quem está do seu.

Ajude

mais lidas