Inspirada em SP, prefeitura de Santo André tenta expulsar moradores de rua

14/06/17 por Especial para a Ponte

Compartilhe este conteúdo:

Prefeito Paulo Serra (PSDB), com colaboração do governador Geraldo Alckmin, utilizou força armada para retirar pessoas em situação de rua dos locais onde costumam ficar na cidade do ABC

Governo municipal chamou retirada de pessoas em situação de rua à força armada de “Operação Solidariedade Pública) | Foto: Reprodução

Inspirado em João Doria (PSDB), o prefeito de Santo André, no ABC, Paulo Serra (PSDB), retirou à força, com aparato da GCM (Guarda Civil Municipal), da PM (Polícia Militar) e da Polícia Civil, as últimas duas sob responsabilidade do governador Geraldo Alckmin (PSDB), pessoas em situação de rua em dois pontos da cidade na manhã desta quarta-feira (14/06).

Segundo o Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública, a ação durou das 9h às 12h30. Juntando os dois pontos de centralização, havia cerca de 30 pessoas. Algumas delas, foram para outros pontos da cidade. Outras, aceitaram o atendimento oferecido pela prefeitura e foram levadas a um Centro de População de Rua.

Movimentos sociais que acompanharam a ação falaram em “higienização semelhante ao que acontece na cracolândia” e que houve “truculência”. Os pertences das pessoas teriam sido recolhidos pela prefeitura. Ao todo, foram acionadas nove viaturas da PM, um ônibus para deslocamento e quatro equipes do Garra, da Polícia Civil.

Outro lado

Ponte Jornalismo questionou a Prefeitura de Santo André, que afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “a ação não se referiu à retirada de pessoas em situação de rua” e que não houve emprego de força na ação, “pautada nos direitos dos cidadãos abordados, a quem foram oferecidos encaminhamentos à diversos equipamentos de saúde e assistência social”.

Abaixo, as respostas da Prefeitura aos questionamentos da reportagem:

1) A que se deve a ação da prefeitura?

O objetivo é dar uma chance às pessoas que estão subjugadas à força do vício, dando-lhes oportunidade de recuperação e encaminhamento para o mercado de trabalho e o resgate da cidadania. Paralelamente, o objetivo é enfraquecer o tráfico de entorpecentes e diminuir a ocorrência de crimes em geral, cuja incidência é muito grande nesses locais.

2) A prefeitura levou os pertences das pessoas em situação de rua?

Todos puderam ficar com seus pertences.

3) Onde estão os pertences dessas pessoas?Vide resposta acima.

4) Há relatos de truculência. A prefeitura essas denúncias investiga?

Não houve violência.

 

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: