x
Legenda Teste

Ajude a Ponte

Você sabe que a Ponte está do seu lado. Mas, além de coragem, a nossa luta pela igualdade social, racial e de gênero precisa de recursos para se manter. 

Com uma contribuição mensal ou anual, você ajuda a manter a Ponte de pé. Além disso, garante acesso aos bastidores da nossa redação e uma série de benefícios.

Ajude a Ponte

Mara, 19 anos e mãe, morta pela PM paulista: ‘houve um disparo’, diz nota

07/02/21 por Jeniffer Mendonça

Compartilhe este conteúdo:

De acordo com corporação, Mara Oliveira foi atingida quando policiais abordavam “um suspeito” no Campo Limpo, em São Paulo; o PM que atirou foi preso

Mara Oliveira tinha 20 anos e deixou um filho de três | Foto: arquivo pessoal

Mara Oliveira, 19 anos, mãe de uma criança de três anos, foi morta com um tiro no peito por um policial militar na tarde deste domingo (7/2), na região do Campo Limpo, na zona sul da capital paulista.

De acordo com nota da Polícia Militar, do governo João Doria (PSDB), uma equipe realizava uma ação no bairro quando avistou “um suspeito” na Rua Cinco Irmãos — a nota não explica quem era esse suspeito, nem o que levou a PM a suspeitar dele. No momento da abordagem a esse homem, segundo a nota, “houve um disparo de arma de fogo” de um dos policiais, que acabou atingindo a mulher.

Segundo a corporação, ela foi socorrida ao Hospital do Campo Limpo, onde morreu. A PM informou que o policial que fez o disparo foi preso em flagrante e que o caso será registrado pelo DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), da Polícia Civil. A assessoria declarou que “se solidariza com a família da jovem vítima e presta todo o apoio necessário”.

Jovem foi atingida no cruzamento das ruas Cinco Irmãos e Clodoaldo Pedrosa, no Campo Limpo | Fotos: arquivo pessoal

Ao G1, a família da jovem declarou que ela estava sentada na frente de casa quando foi atingida. Ela estava desempregada e deixou um filho de três anos.

Nas redes sociais, uma tia de Mara lamentou a morte da sobrinha. “Minha menina agora está nos braços de Deus, muita dor”, escreveu.

ERRATA: Reportagem atualiza às 12h do dia 9/2 para alterar idade da vítima. Anteriormente, havíamos dito que Mara tinha 20 anos, mas a idade correta é 19

Já que Tamo junto até aqui…

Que tal entrar de vez para o time da Ponte? Você sabe que o nosso trabalho incomoda muita gente. Não por acaso, somos vítimas constantes de ataques, que já até colocaram o nosso site fora do ar. Justamente por isso nunca fez tanto sentido pedir ajuda para quem tá junto, pra quem defende a Ponte e a luta por justiça: você.

Com o Tamo Junto, você ajuda a manter a Ponte de pé com uma contribuição mensal ou anual. Também passa a participar ativamente do dia a dia do jornal, com acesso aos bastidores da nossa redação e matérias como a que você acabou de ler. Acesse: ponte.colabore.com/tamojunto.

 

Todo jornalismo tem um lado. Ajude quem está do seu.

Ajude

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo:

>