Negredo: “A gente veio falar sobre extermínio”

17/11/15 por Especial para a Ponte

Compartilhe este conteúdo:

Grupo do Capão Redondo denuncia o cotidiano de chacinas sofrido pela periferia de São Paulo

José Cícero da Silva, especial para a Ponte

O grupo Negredo, formado há mais de 15 anos por To, Ylsão e Dj Alê, resolveu contar no rap Extermínio o cotidiano de chacinas, executadas pela Polícia Militar, que a periferia de São Paulo vem sofrendo com mais força desde 2012. Na entrevista, o grupo, originário do Capão Redondo, na zona sul, diz que Extermínio mostra um ponto de vista que não costuma aparecer na mídia. “Essa chacina você não vê na televisão. Lá você vê os caras retratando: ‘tinha passagem, o cara era do tráfico, era criminoso’. Independente do que o cara era, os caras matou, está errado. Não tem que o apresentador ficar falando se era isso ou aquilo, interrogando, julgando. Matou, está errado”, diz Ylsão.

Veja abaixo o clipe de Extermínio, dirigido por Rafael Fish.

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: