PonteCast: o deputado que cobra chacinas da PM e o estupro cometido por policiais

05/07/19 por Ponte Jornalismo

Compartilhe este conteúdo:

Edição #21 do podcast da Ponte aborda a exigência do deputado paulista Sargento Neri de que a letalidade policial seja ainda maior, enquanto conta a história de uma mulher estuprada por uma dupla de PMs no litoral paulista

A edição #21 do PonteCast sobressai pelo peso dos assuntos. Ainda que pareça difícil tratar de situações extremas que envolvam segurança pública, os fatos da semana do dia 5 de julho de 2019 contados nesta edição consegue ultrapassar barreiras. Afinal, os repórteres Arthur Stabile, Paloma Vasconcelos, com participação do fundador da Ponte Fausto Salvadori, falam de um deputado estadual que manda a PM paulista matar “10 para 1”, ao tratar de mortes de policiais, e agentes de segurança que estupraram uma mulher.

Sargento Neri, ex-praça da Polícia Militar do Estado de São Paulo e ex-professor da corporação, quer um banho de sangue. Para ele, a lógica de segurança pública tem que ser olho por olho, vida por vidas. Sim, no plural. A cada policial morto, dez pessoas devem tombar. E ele não diz quais pessoas, afinal, para ele o importante é a corporação não perder o que chama de “guerra”. Sua fala na comissão de Segurança Pública e Assuntos Penitenciários da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) deixa claro o seu pensamento.

Não menos aterrorizante, sem medir peso entre fatos trágicos, os repórteres trazem o relato de Maria, uma jovem estuprada por dois policiais militares no litoral de São Paulo. Ela estava longe de casa, quase de madrugada. Viu na viatura da PM um porto seguro, mas ali estava, na verdade, seus abusadores. Paloma a entrevistou e conta como esse caso impactou na vida da jovem de apenas 19 anos.

Liga o som e se liga só no PonteCast!

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: