Radiografia do PCC, ‘Cobras e Lagartos’ traz novo capítulo na segunda edição

20/06/17 por Maria Teresa Cruz

Compartilhe este conteúdo:

Mais completo trabalho de reportagem sobre a facção criminosa, obra de “jornalismo raiz” do repórter Josmar Jozino ganha reedição e traz novidade

Convite de lançamento do livro ‘Cobras e Lagartos’ | Imagem: Divulgação

Lançado originalmente em 2005, Cobras e Lagartos – a verdadeira história do PCC é um autêntico dossiê sobre o funcionamento da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), a mais forte em atividade no país, e terá a segunda edição lançada oficialmente nesta quarta-feira, pela Via Leitura. Esgotada há anos nas livrarias, a edição original tornou-se um artigo de luxo em sebos, nas raras vezes em que aparece não sai por menos de R$ 250,00.

Escrito pelo experiente repórter Josmar Jozino, que acumula mais de três décadas no jornalismo e atualmente integra a equipe da Ponte Jornalismo, o livro traz um detalhado raio-X do mundo do crime, abordando a fundação do PCC e o seu funcionamento, passando pelos atos criminosos, além de casos polêmicos envolvendo os presos, a polícia, o sistema prisional e várias autoridades. Josmar, que no livro encarna o personagem “Caveirinha”, decidiu escrever o livro para trazer a público anos de apuração sobre o tema, entrevistando fontes que vão desde ex-integrantes da facção, passando por policiais, até às mulheres de presos, com quem estabeleceu laços de amizade depois de anos de convivência.

Josmar Jozino, autor de três livros sobre o Primeiro Comando da Capital

E para os que já tiverem lido a edição anterior, uma surpresa: um capítulo inédito. “Esse capítulo, o último, fala da expansão territorial do PCC no Brasil e na América do Sul, além do rompimento da aliança com o Comando Vermelho, abordando ainda as recentes brigas com mortes nas prisões do País”, detalha Josmar Jozino à Ponte Jornalismo.

Para o jornalista André Caramante, também membro da Ponte, Cobras e Lagartos é um documento histórico. “É a comprovação de que o jornalismo de raiz, aquele que tem o repórter com o pé no barro, ainda pulsa firme. Josmar chegou muito perto do PCC, aonde dificilmente outro perdigueiro da notícia chegará”, avaliou em texto que foi para a contracapa do livro.

Serviço:

A noite de autógrafos acontece nesta quarta-feira (21/6), a partir das 21h, no Sotero Cozinha Original, na rua Barão de Tatuí, 282, Santa Cecília, São Paulo.

Comentários

Comentários

Já que Tamo junto até aqui…

Que tal entrar de vez para o time da Ponte? Você sabe que o nosso trabalho incomoda muita gente. Não por acaso, somos vítimas constantes de ataques, que já até colocaram o nosso site fora do ar. Justamente por isso nunca fez tanto sentido pedir ajuda para quem tá junto, pra quem defende a Ponte e a luta por justiça: você.

Com o Tamo Junto, você ajuda a manter a Ponte de pé com uma contribuição mensal ou anual. Também passa a participar ativamente do dia a dia do jornal, com acesso aos bastidores da nossa redação e matérias como a que você acabou de ler. Acesse: ponte.colabore.com/tamojunto.

 

Todo jornalismo tem um lado. Ajude quem está do seu.

Ajude

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo:

>