Rede Justiça Criminal lança campanha Encarceramento em massa não é Justiça

09/06/17 por Ponte Jornalismo

Compartilhe este conteúdo:

Evento será terça (13/06), na PUC-SP, e contará com Dexter (rapper), Emerson Ferreira (egresso do sistema carcerário, graduado em psicologia), Dina Alves (cientista social e ativista do movimento negro), padre Valdir Silveira (Pastoral Carcerária) e Sidney Sales (sobrevivente do massacre do Carandiru)

Lançamento da Campanha "Encarceramento em massa não é Justiça" acontecerá terça-feira (13/06), no TUCA, em São Paulo - Imagem: Reprodução

Lançamento da Campanha “Encarceramento em massa não é Justiça” acontecerá terça-feira (13/06), no TUCA, em São Paulo – Imagem: Reprodução

A Rede Justiça Criminal, formada por oito ONGs (organizações não-governamentais), promoverá um debate sobre as soluções possíveis para a crise do sistema prisional brasileiro, na próxima terça-feira (13/06).

Para marcar o lançamento oficial da campanha “Encarceramento em massa não é Justiça”, cinco debatedores – uma cientista social, um rapper, um psicólogo, um padre e um sobrevivente do massacre do Carandiru – vão apresentar possíveis caminhos para o problema. O evento é gratuito.

Participantes:

Emerson Ferreira, egresso do sistema carcerário, graduado em psicologia

Dina Alves, cientista social e ativista do movimento negro

Dexter, rapper e egresso do sistema carcerário

Padre Valdir Silveira, coordenador nacional da Pastoral Carcerária

– Sidney Sales, sobrevivente do massacre do Carandiru

Abertura – Hugo Leonardo (Instituto de Defesa do Direito de Defesa – IDDD) e Antônio Carlos Malheiros (Pró-reitor de Cultura e Relações Comunitárias da PUC-SP)

Quando: terça-feira, 13 de junho, das 19h às 22h

Onde: TUCA  (Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo)

Endereço: Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes

Para saber mais, clique aqui.

 

Realidade Virtual 

Nos dias 12 e 13 de junho, na prainha da PUC-SP, os interessados também poderão experimentar a ação de realidade virtual e conhecer mais sobre a realidade do encarceramento.

Na parte da manhã, a Realidade Virtual estará disponível das 10h às 13h e na parte da tarde, das 18h às 20h.

Lançamento do vídeo “Realidade Visceral”

Durante o evento, também será lançado o vídeo “Realidade Visceral”, que teve como origem a reação das pessoas diante de uma experiência de realidade virtual realizada em abril, no Conjunto Nacional.

Com o auxílio de óculos VR, o espectador foi imerso na experiência de Emerson Ferreira e seus colegas de cela, provocando um debate sobre as condições do encarceramento nas penitenciárias brasileiras.

O vídeo com as reações tem duração de dois minutos e também será disponibilizado online, juntamente com vídeo 360° utilizado na ação.

Veja o teaser do vídeo aqui.

A Rede Justiça Criminal é formada pelas ONGs (organizações não-governamentais): CESeC – Centro de Estudos de Segurança e Cidadania; Conectas Direitos Humanos; GAJOP DH.; ITTC – Instituto Terra, Trabalho e Cidadania; Instituto de Defesa do Direito de Defesa – IDDD; Sou da Paz; Instituto de Defensores de Direitos Humanos – DDH; e Justiça Global.

 

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: