Marta Dillon: ‘Uma mulher morrer por aborto ilegal é feminicídio de Estado’

Criadora do movimento feminista ‘Ni Una Menos’ acredita na aprovação da legalização do aborto no Senado argentino e prepara-se para colher os frutos de décadas de militância.

Luta das mulheres avança na América Latina, onde 76% dos abortos são inseguros

Abortos que colocam em risco a vida das mulheres foram a principal causa de mortalidade materna na região; vitória argentina inspira outros países.

6 minutos atrás

Após uma espera de 97 anos, legalização do aborto é aprovada na Argentina

Mobilização nas ruas impulsionou aprovação de lei na Câmara dos Deputados e teve amplo apoio do movimento feminista argentino; texto ainda passará pelo Senado.

Protesto contra desigualdade de gênero para o Centro de Salvador no Dia da Mulher

Ato foi marcado por críticas à reforma da previdência social proposta pelo Governo Temer, além de reivindicações como a legalização do aborto e o fim da violência de gênero

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A