Ouvidoria aponta excesso da polícia em 74% dos casos de mortes em SP

Levantamento traz dados de letalidade e vitimização policial do ano passado: ouvidor considera grave os 26 suicídios de agentes e os 940 mortos pela polícia, recorde depois de 1992.

Sem substituto, ouvidor das polícias se diz ‘desconfortável’ na função

Novo titular deveria ter assumido em novembro, mas governador Geraldo Alckmin ainda não escolheu o nome; indefinição mantém Júlio César Fernandes Neves na função por tempo indeterminado.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A