Por 3 votos a 0, a 4ª Câmara Criminal do TJ mantém válida decisão de 2016, que apontou 'legítima defesa' dos policiais; desembargador ataca a imprensa e fala em 'perseguição' ao relator do caso. Ler mais


O desembargador Camilo Léllis afirmou em sua decisão que não condenar rapaz seria “precedente perigoso” e que “ao invés de promover justiça, acarretaria o fomento de pequenos delitos” O desembargador Camilo Léllis mandou para a cadeia, em 9 de agosto deste ano, um rapaz acusado de furtar oito chocolates em Rio Claro, interior de São Paulo. Menos de dois meses depois, Léllis foi um dos três magistrados do Tribunal de Justiça de São Paulo que votaram, de forma unânime, a favor da anulação dos júris que condenaram 73 PMs, além do falecido coronel… Ler mais