‘Não tem como perdoar’, diz mãe de catador assassinado pela PM

Durante missa de sétimo dia da morte de Ricardo Nascimento, familiares do carroceiro, artistas e ativistas realizaram ato de repúdio à violência policial nas escadarias da Catedral da Sé, em São Paulo

‘PMs desrespeitaram resolução ao jogar corpo e remover cápsulas’

Resolução impede PMs de mexerem na cena do crime e exige que agentes acionem o Samu para prestar socorro. Carroceiro Ricardo Silva Nascimento foi morto no dia 12 de julho em Pinheiros, zona oeste de São Paulo

Contribua com a Ponte

Clique para doar

feito por F E R A