O rap de Paz: justiça trans mapuche

21/01/19 por Ulises Rojas, da Cosecha Roja

Indígena e não-binária, a rapper argentina Cumelen Berti começou sua carreira no Brasil e voltou a Buenos Aires para expandir sua mensagem de luta e respeito para os povos originários e comunidades dissidentes, apresentando ritmos novos e ancestrais. Ler mais


A Ponte conversou com duas ativistas trans - uma psicóloga e uma advogada - para entender os efeitos da política Trump de retirada de direitos da população trans e os possíveis efeitos no Brasil. Ler mais

Lei é exclusiva para proteger mulheres e já prevê aplicação nos casos em que a mulher trans é vítima; especialista aponta que decisão de juíza é exceção. Ler mais

Visibilidade e representatividade marcaram discursos na ‘1ª Marcha do Orgulho Trans’, nesta sexta-feira; 'Será que é tanto assim pedir pelo direito de existir?', questiona ativista. Ler mais

Membros do MONART (Movimento Nacional de Artistas Trans) falam da importância de atores e atrizes trans vivenciarem suas histórias nas artes, suprimindo o transfake. Ler mais