PonteCast: Caso Danilo Gentili e como o Estado trata as mães vítimas de violência

No episódio 10 do PonteCast, nossa equipe fala sobre dois casos de jornalistas que tiveram pena semelhante a de Danilo Gentili, a ausência de culpados pela Chacina do Salgueiro e uma mãe que perdeu o filho na prisão.

Entidade internacional critica fim de investigações de militares por 8 mortes no RJ

Ministério Público Militar do Rio de Janeiro arquivou inquérito sobre possível autoria do Exército em chacina no morro do Salgueiro, ocorrida em 2017, sem fazer procedimentos básicos; Human Rights Watch critica decisão.

‘Amanhã será outro’, diz irmã de morto pelo Exército na ação de 80 tiros

Luciano Macedo foi atingido três vezes quando tentava socorrer o músico Evaldo Rosa e sua família dos disparos dos militares; ele ficou internado 11 dias e morreu na madrugada desta quinta-feira (18/4).

PonteCast: 80 tiros, o silêncio do presidente e as execuções extrajudiciais

No episódio 9, falamos sobre a ação do Exército no Rio que terminou com a morte de um músico negro de 51 anos, o educador social que ficou preso injustamente e foi inocentado, e as novidades no caso dos Crimes de Maio.

‘Homicídio de civil não deveria ser crime militar’, aponta ONG internacional

Para Human Rights Watch, especializada em defesa de direitos humanos, fuzilamento de família com 80 tiros em Guadalupe (RJ) deve ser tratado como execução extrajudicial e ação do Exército foi irregular.

Exército prende 10 militares que fuzilaram carro com 80 tiros no RJ

Decisão é baseada em ‘inconsistências’ identificadas nos depoimentos dados pelos militares, que assassinaram músico negro de 51 anos em Guadalupe, na zona norte do RJ.

5 minutos atrás

Exército fuzila carro e mata pelo menos um homem no RJ

Vídeos mostram barulho dos disparos partindo do veículo do Exército e a revolta de moradores em Guadalupe, zona norte do Rio; ‘eles nem esperaram, eles mataram o meu esposo’.

4 minutos atrás

General aposentado do Exército assumirá segurança de SP na gestão Doria

João Camilo Pires de Campos diz estar convicto que ‘não se mata por matar’ ao comentar letalidade policial do estado, a maior registrada em 21 anos; corporações terão secretários executivos.

Exército é acusado de matar inocentes em operações de segurança pública

Forças Armadas estão ligadas a morte de pelo menos 32 pessoas desde 2010; muitas das vítimas são cidadãos comuns, moradores de favela e trabalhadores

Família de jovem morto pelo Exército no Rio em 2008 parou de receber pensão

Wellington Gonzaga trabalhava sem registro e, por essa razão, a Justiça decidiu que não há necessidade de indenização; ‘guardo essa foto dele e os jornais para não esquecer o que o Exército fez’, diz Lilian, mãe da vítima.

7 minutos atrás
Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A