Morador de rua afirma que foi agredido por GCM e puxado para fora de abrigo da prefeitura

Homem de 30 anos jantava em centro de acolhimento na Mooca, na zona leste de SP, quando teria se desentendido com funcionário; testemunhas relatam que agentes agiram com truculência e ameaça para expulsá-lo do local

Doria intensifica repressão na Luz antes de inauguração de Complexo Júlio Prestes

Entidades que atuam na área afirmam que violência aumentou; GCM usou bombas de gás e balas de borracha para dispersar ‘fluxo’, local de compra e venda de crack.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A