Movimentos sociais relatam o mesmo medo para organização internacional: Bolsonaro

Feministas, negros, LGBTs, indígenas e movimentos que combatem tortura contam suas angústias e histórias para representantes da Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

Ato pede fim de assassinatos de LGBTs aos gritos de ‘ele não’ no centro de SP

Manifestantes saíram em marcha no centro de São Paulo em memória e por justiça às vítimas que foram assassinadas a facadas sob gritos de ‘Bolsonaro’.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A