Juiz entendeu que há indícios mínimos de que os réus espancaram Luiz Carlos Ruas até a morte, em dezembro do ano passado Ler mais


Secretaria da Segurança Pública havia prometido R$ 50 mil por informações que levassem aos criminosos, mas determinou na segunda-feira (16/01) o pagamento da metade alegando que a denúncia resultou na prisão de apenas um dos acusados Ler mais

Juiz acolheu o pedido do advogado da viúva de Luiz Carlos Ruas, que alegou que a subsistência da família ficará comprometida sem a renda do homem, que vendia doces, salgados e água em frente à estação Pedro II Ler mais

Manifestantes pedem que estação do Metrô passe a ter o nome do vendedor ambulante morto na noite de Natal ao tentar defender um homossexual e uma travesti Foto: Daniel Arroyo A estação Pedro II, da linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo, onde o vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54 anos, foi morto na noite de Natal, foi palco de protesto na tarde desta sexta-feira (30/12), organizado pelo Catso (Coletivo Autônomo Dos Trabalhadores Sociais) e pela a Pastoral do Povo de Rua. Familiares e outros coletivos também foram ao ato. Queixas por… Ler mais

O vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54 anos, conhecido como Índio, teve seu nome gritado durante protesto contra seu assassinato. Ato aconteceu nesta terça-feira (27/12), na mesma estação do Metrô onde ele foi espancado por dois homens ao defender uma travesti Foto: Daniel Arroyo O vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, 54 anos, conhecido como Índio, foi homenageado durante protesto na tarde desta terça-feira (27/12), na estação Pedro II, onde ele foi espancado na noite de domingo (25/12). Durante o protesto contra a morte de Ruas, os manifestantes também pediram mais segurança nas estações do Metrô de São… Ler mais