Em 25 anos, São Paulo prendeu mais de um milhão de pessoas

Todos os dias, 300 pessoas vão para a cadeia; preso recebe um número de matrícula que não muda nunca e quanto menor esse registro, maior é o status do detento dentro do sistema, como é o caso de líderes do PCC.

Transferência de líderes do PCC cria alta tensão no sistema prisional paulista

Unidades prisionais estão sem energia e sem comunicação por celulares, além da suspensão do banho de sol e ‘blitz’ nas celas; mensagens pedindo atenção redobrada circulam em grupos de agentes da segurança.

Marcola e outros integrantes da cúpula do PCC são transferidos para presídios federais

Além de Marcos Willians Herbas Camacho, outros 21 integrantes da facção estão na lista de transferidos; quebrar o esquema de comunicação, planos de fuga e ameaça a autoridades estão entre as razões para decisão.

Sistema de câmeras de presídio onde está cúpula do PCC não armazena imagens

Polícia Civil havia solicitado imagens do dia 8/12, quando duas mulheres foram flagradas com bilhetes em que a facção dava aval para assassinar promotor e coordenador de presídios; em ofício, diretor da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau (SP) afirma que filmagens antigas são apagadas para novas gravações

Ministério Público de SP cria força-tarefa contra PCC após ameaça a promotor

Procurador-geral de SP afirma que as ameaças atingem toda a instituição: ‘se um promotor sair, colocamos outro. Somos 2 mil em todo o estado para combater o crime organizado’.

Em bilhete, PCC planeja matar promotor e coordenador de penitenciária de SP

Correspondências estavam escritas em códigos e foram apreendidas com duas mulheres, que acabaram presas pelas evidências de que colaboram com a facção criminosa.

Agentes prisionais são ameaçados diante de possível transferência de líder do PCC

Marcola é apontado pelo MP como líder da facção criminosa e pode ser mandado para fora de SP; em áudios de Whatsapp, funcionários de presídios da região relatam tensão e medo de morrer.

Suspeito de matar Cabelo Duro, do PCC, tinha vida de luxo no Paraguai

Ação conjunta das polícias brasileira e paraguaia terminou com a prisão de Eduardo Aparecido de Almeida, o Pisca, e Marcelo Moreira Prado, o Exu ou Sem Querer, apontado como assassino de Cabelo Duro.

Ação da Rota impede PF de prender braço direito de líder do PCC

Foragido há 20 anos, Gilberto Aparecido dos Santos, o Fuminho, era seguido por agentes federais em ações de tráfico quando uma batida da tropa da PM paulista prendeu drogas, mas nenhum membro do PCC.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A