Em 25 anos, São Paulo prendeu mais de um milhão de pessoas

Todos os dias, 300 pessoas vão para a cadeia; preso recebe um número de matrícula que não muda nunca e quanto menor esse registro, maior é o status do detento dentro do sistema, como é o caso de líderes do PCC.

Transferência de líderes do PCC cria alta tensão no sistema prisional paulista

Unidades prisionais estão sem energia e sem comunicação por celulares, além da suspensão do banho de sol e ‘blitz’ nas celas; mensagens pedindo atenção redobrada circulam em grupos de agentes da segurança.

Agentes prisionais são ameaçados diante de possível transferência de líder do PCC

Marcola é apontado pelo MP como líder da facção criminosa e pode ser mandado para fora de SP; em áudios de Whatsapp, funcionários de presídios da região relatam tensão e medo de morrer.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A