Polícia do RJ cumpre mandados de prisão contra suspeitos de assassinar Marielle Franco

Principais alvos são milicianos investigados em apuração paralela, mas que podem ter relação com o crime; Polícia Civil adota sigilo absoluto para não afetar busca de provas contra outros suspeitos.

Marcha da Consciência Negra reafirma resistência e homenageia Marielle e Mestre Moa

Na 15ª edição da marcha, movimentos e lideranças ligadas à negritude ocupam centro de SP para reverenciar a ancestralidade e reforçar que ‘existir sempre foi e continuará sendo resistir’

Justiça do Rio proíbe TV Globo de divulgar investigação do assassinato de Marielle

Emissora afirma que decisão é excessiva e que vai recorrer; proibição é censura e viola direito à informação de interesse público, como é o caso da morte de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Oito meses após execução de Marielle, Anistia cobra vigilância sobre a investigação

Entidade internacional de direitos humanos aponta série de informações ‘contraditórias’, questiona imparcialidade e demora nos trabalhos; recentemente a PF foi acionada pelo governo federal.

Livro de Marielle Franco sobre UPPs e violência de Estado é lançado em SP

‘UPP: a redução da favela em três letras’ é dissertação de mestrado da vereadora, assassinada em março; ‘só haverá democracia se Brasil responder quem matou Marielle’, afirmou Monica Benicio durante evento.

Monica é Marielle: a personificação de uma luta

Em passagem pela Argentina para formação em direitos humanos, Monica Benicio recebe homenagens em nome da eterna companheira e confirma, cada vez mais, que a luta de Marielle é agora dela.

Apoiadores de Bolsonaro destroem homenagem em placa de rua para Marielle Franco

Rodrigo Amorim, que foi secretário da Cidadania e Direitos Humanos de Nilópolis, e Daniel Silveira são candidatos ao legislativo pelo PSL; homenagem à vereadora tinha sido colocada sobre a placa Praça Floriano, no centro do Rio.

Assassinato de Marielle completa 6 meses e mundo pergunta: quem a matou?

Mobilização é feita nas redes sociais e acompanhada de ação da Anistia Internacional no Rio de Janeiro e ao redor do mundo: ‘A pressão faz com que alguns passos sejam dados’.

4 minutos atrás

‘Ideologia mata’, diz PM ao reprimir candidata negra

Policial apreendeu material de campanha da vereadora Talíria Petrone e apontou arma para jovem negro que tentou defendê-la; quando disseram ‘arma mata’, PM respondeu ‘ideologia mata mais’.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A