Assassinato de Marielle completa 6 meses e mundo pergunta: quem a matou?

Mobilização é feita nas redes sociais e acompanhada de ação da Anistia Internacional no Rio de Janeiro e ao redor do mundo: ‘A pressão faz com que alguns passos sejam dados’.

4 minutos atrás

‘Ideologia mata’, diz PM ao reprimir candidata negra

Policial apreendeu material de campanha da vereadora Talíria Petrone e apontou arma para jovem negro que tentou defendê-la; quando disseram ‘arma mata’, PM respondeu ‘ideologia mata mais’.

Ex-PM suspeito de envolvimento na morte de Marielle é preso no Rio

Ele e um ex-bombeiro foram detidos por causa de um duplo homicídio ocorrido em fevereiro do ano passado; ambos são suspeitos de pertencer ao grupo do miliciano Orlando Curicica.

‘É fundamental que a gente não se cale’, diz viúva de Marielle em caminhada em SP

Na mesma data em que se completam 80 dias do assassinato da vereadora, Mônica Benício se uniu a milhares de mulheres LGBTs para marchar por justiça e pelo fim do genocídio da população negra.

Justiça condena ex-PM suspeito de envolvimento em Caso Marielle por porte ilegal de arma

Orlando Oliveira de Araújo foi preso em outubro de 2017 com pistola 9mm; acusado de atuar como miliciano, é suspeito de participar do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Polícia do RJ prende suspeito de ‘queima de arquivo’ no caso Marielle

Thiago Bruno Mendonça é acusado de matar Carlos Alexandre Pereira, colaborador do vereador Marcello Siciliano (PHS), que estaria envolvido no assassinato de Marielle, segundo delator.

‘Efeito Marielle’: mulheres negras entram na política por legado da vereadora

Assassinato de Marielle Franco despertou em mulheres jovens, negras e periféricas o desejo de ir à luta e manter o legado da vereadora através de candidaturas.

‘Intervenção deixará um problema do mesmo tamanho que encontrou’

José Vicente da Silva Filho, ex-secretário nacional de Segurança Pública, avalia como impossível Exército resolver ‘em 10 meses’ problemas ‘de 10 anos’ no RJ; intervenção completa 3 meses nesta quarta-feira.

Com isolamento para preservar testemunhas, reconstituição do Caso Marielle dura 5 horas

Delegado responsável afirmou que é preciso identificar origem do armamento, tradicionalmente usado por forças policiais; há dois anos, CPI apontava problemas no gerenciamento de armas em 2015.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A