Juíza reconhece que demissão foi motivada por discriminação, exige retorno imediato da professora e indenização; Luiza Coppieters desabafa: 'Sofri muito nos últimos três anos, mas a vitória veio'. Ler mais