Palmeirense afirma ter sido agredido pela PM após jogo do último domingo

Guilherme Sasaki teve o supercílio aberto e está afastado do trabalho; PM alega que policiais foram atingidos por garrafas e reagiram.