Rapaz com deficiência mental preso em cadeia comum é liberado pela Justiça de SP

Ministério Público afirma que Adriano não é perigoso ou agressivo e tem condições de ressocialização em liberdade; Ponte havia denunciado o caso em outubro.