Doria intensifica repressão na Luz antes de inauguração de Complexo Júlio Prestes

Entidades que atuam na área afirmam que violência aumentou; GCM usou bombas de gás e balas de borracha para dispersar ‘fluxo’, local de compra e venda de crack.