Jovem gay é agredido com garrafada no pescoço em festa no litoral paulista

Dançarino de 28 anos afirma que um dos agressores colocou a perna para que ele tropeçasse; ao questioná-lo, o outro o teria atingido com uma garrafa de vidro no pescoço após gritar ‘cala boca, viado!’.

Garoto de 14 anos e vigilante são confundidos com assaltantes, afirmam familiares

Ambos foram atingidos por disparos de um PM aposentado; ele e a namorada teriam reconhecido suspeitos por fotos de celular tiradas pelos policiais que atenderam a ocorrência.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A