Ordem judicial exigia que profissionais fizessem a transferência de dois adolescentes em medida socioeducativa para cidade do interior, mas órgão alega que não é atribuição de conselheiros. Ler mais