Induzidas pela polícia e aceitas pela justiça, falsas memórias condenam inocentes

‘Nossa tradição punitivista desconfia de inocentes’, afirma o pesquisador Gustavo Noronha de Ávila, para quem os reconhecimentos sem provas se tornaram ‘uma forma rápida de encontrar um culpado’.

Protesto pede libertação de irmãos presos após reconhecimento pelos olhos

‘Solta o inocente, seu juiz’, gritaram manifestantes ao bloquear rodovia Régis Bittencourt, na Grande SP. Um policial rodoviário provocou: ‘Tá preso, já era’.

Reconhecido pelos olhos, estudante é preso por roubo ocorrido a 83 km de onde estava

Vítima de roubo diz ter reconhecido Victor Hugo ‘pelos olhos’, já que ladrões estavam encapuzados; escola afirma que, na noite do crime, jovem estava na sala de aula.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A