Três pessoas morrem e outras três são baleadas em bar no Capão Redondo

Segundo a Polícia Militar, quatro homens entraram no estabelecimento e atiraram; dois homens morreram no local e outro no hospital do Campo Limpo

Rua de bar onde seis pessoas foram baleadas | Foto: Google Street View

Três pessoas foram mortas e três ficaram feridas em um ataque a tiros em um bar no Jardim Germânia, na região do Capão Redondo, zona sul da cidade de São Paulo, no final da tarde deste domingo (26/01).

Eduardo Sousa dos Santos, 44 anos, Alessandro Santos Pedroso, 39, e João Ferreira de Moraes Neto, 48, estavam assistindo jogo em um bar na rua Calil Jorge Calixto, quando, segundo a Polícia Militar, quatro homens armados entraram no estabelecimento e começaram a atirar. Eduardo e Alessandro morreram na hora. João chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Três pessoas foram baleadas e levadas ao Hospital Municipal do Campo Limpo e seguem internadas, sem informações do estado de saúde.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 47º DP (Capão Redondo), os PMs foram acionados para atender uma ocorrência com tiros e quando chegaram duas vítimas já estavam mortas. Uma testemunha ouvida na delegacia informou que estava no interior do bar quando “quatro indivíduos encapuzados, todos armados, ocupando um Toyota Corolla branco e uma GM Meriva branca, entraram no bar e, sem nada dizerem, começaram a atirar em todos que ali se encontravam”. Por ter se escondido no banheiro, o homem que testemunhou o ocorrido não foi atingido pelos disparos.

(*) Reportagem atualizadas às 16h30 do dia 27/1 para inclusão de novas informações como o conteúdo do boletim de ocorrência e a identidade das vítimas.

Comentários

Comentários

Já que Tamo junto até aqui…

Que tal entrar de vez para o time da Ponte? Você sabe que o nosso trabalho incomoda muita gente. Não por acaso, somos vítimas constantes de ataques, que já até colocaram o nosso site fora do ar. Justamente por isso nunca fez tanto sentido pedir ajuda para quem tá junto, pra quem defende a Ponte e a luta por justiça: você.

Com o Tamo Junto, você ajuda a manter a Ponte de pé com uma contribuição mensal ou anual. Também passa a participar ativamente do dia a dia do jornal, com acesso aos bastidores da nossa redação e matérias como a que você acabou de ler. Acesse: ponte.colabore.com/tamojunto.

Todo jornalismo tem um lado. Ajude quem está do seu.

Ajude

mais lidas