x
Legenda Teste

Ajude a Ponte

Você sabe que a Ponte está do seu lado. Mas, além de coragem, a nossa luta pela igualdade social, racial e de gênero precisa de recursos para se manter. 

Com uma contribuição mensal ou anual, você ajuda a manter a Ponte de pé. Além disso, garante acesso aos bastidores da nossa redação e uma série de benefícios.

Ajude a Ponte

Resultado(s): 15 item(ns) encontrado(s).


Padre José da Silva, da Pastoral Carcerária, segue a mesma linha ao afirmar que a chacina do Carandiru acontece até hoje, mas na favela, no cortiço e nas comunidades pobres. Ler mais

Marcha cobra Justiça passados 27 anos do massacre do Carandiru

02/10/19 por Arthur Stabile e Sérgio Silva

Centenas de pessoas caminharam pelo centro de São Paulo e se manifestaram em frente a prédios que abrigam atores do sistema de justiça. Ler mais

Levantamento exclusivo de grupo de pesquisa da Faculdade de Direito da FGV para a Ponte mostra valores baixos dos danos morais, processos muito longos e casos em que familiares morreram sem ver a reparação pelos seus mortos. Ler mais

Nivaldo Restivo comandou a PM e esteve no massacre do Carandiru; agentes penitenciários, familiares de presos e especialistas acreditam ser difícil prever o impacto para sistema prisional. Ler mais

‘Não acredito na justiça’, diz sobrevivente do Carandiru sobre júri de PMs

28/11/18 por Giorgia Cavicchioli, especial para Ponte

Justiça de SP manteve anulação da condenação dos policiais pelo massacre e determinou novo julgamento; sobrevivente, pastor Sidney Sales afirma que resta só '1% de esperança'. Ler mais

Por 3 votos a 0, a 4ª Câmara Criminal do TJ mantém válida decisão de 2016, que apontou 'legítima defesa' dos policiais; desembargador ataca a imprensa e fala em 'perseguição' ao relator do caso. Ler mais

A pedido de promotores, STJ mandou TJ-SP reavaliar decisão que anulou condenação de réus; prazos distintos entre os 74 PMs dificulta conta de prescrição. Ler mais

Tribunal superior aprovou recurso do MP-SP após o TJ-SP, em setembro de 2016, anular as condenações de 74 policiais. Ler mais

Órgão se posicionou contrário à decisão do TJ-SP; em 2016, Tribunal anulou condenação dos policiais envolvidos na ação que deixou 111 presos mortos, em 1992. Ler mais

A decisão foi tomada nesta terça-feira (11) por desembargadores da 4ª Câmara Criminal do TJSP durante julgamento de recursos do caso. Em setembro do ano passado, o órgão havia anulado os júris que condenaram os policiais envolvidos na carnificina Ler mais

Recurso em tribunais superiores aponta “violação do princípio constitucional que garante a soberania do júri popular” Turma julgadora composta pelos desembargadores Ivan Sartori (relator), Camilo Léllis e Edison Brandão – Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil Por meio do procurador-Geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, e pelas procuradoras Jaqueline Mara Lorenzetti Martinelli (Recursos Extraordinários) e Sandra Jardim, da Procuradoria Criminal, o Ministério Público de São Paulo recorreu nesta sexta-feira (16/12) ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) e ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra a anulação do julgamento que condenava os policiais acusados de envolvimento no Massacre do Carandiru,… Ler mais

Órgão cobra respostas do Governo por não pagamento de indenizações aos familiares de vítimas do Massacre, em 1992 Ler mais

Em intervenção artística, manifestantes pintaram mais de 111 corpos na calçada na frente do Tribunal de Justiça de São Paulo Foto: Sérgio Silva/Ponte Jornalismo Na última quarta-feira, (02/11), Dia de Finados, um grupo de ativistas pintou mais de 111 corpos na calçada da frente do Tribunal de Justiça, na Praça da Sé, região central de São Paulo, em protesto à impunidade do Massacre do Carandiru, ocorrido em 2 de outubro de 1992. “O governador Fleury e seu secretário de segurança pública representavam o Estado no Massacre do Carandiru e nunca foram responsabilizados pelas 111 mortes. O comandante da operação,… Ler mais

Órgão exige explicação formal sobre não pagamento de indenizações aos familiares de vítimas do Massacre, ocorrido em 1992 Ler mais

Artigo: No Carandiru, devemos falar sobre o PCC

10/10/16 por Ponte Jornalismo

O Carandiru – Foto: João Wainer – Acervo Pessoal   Do interior de seu palácio de mármore, de cima de um pedestal que o coloca bem distante da realidade dos comuns mortais, o desembargador Ivan Sartori, um dos mais influentes magistrados paulistas e ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, contribuiu nos últimos dias para que as pessoas conhecessem um pouco mais sobre como o poder judiciário paulista enxerga o mundo. Na terça-feira da semana passada (29/09), Sartori presidiu a sessão que anulou a condenação de 74 policiais militares acusados pelo Massacre do Carandiru, um… Ler mais

>