Escolha de PM que esteve no Carandiru para comandar presídios gera incertezas

Nivaldo Restivo comandou a PM e esteve no massacre do Carandiru; agentes penitenciários, familiares de presos e especialistas acreditam ser difícil prever o impacto para sistema prisional.

Candidatos que prometem privatizar presídios contrariam regra da ONU

Tratado internacional estabelece princípios e práticas para tratamento de presos e gestão das unidades prisionais; exemplo em Ribeirão das Neves (MG) expõe alto custo, problemas de administração.

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A