x
Legenda Teste

Ajude a Ponte

Você sabe que a Ponte está do seu lado. Mas, além de coragem, a nossa luta pela igualdade social, racial e de gênero precisa de recursos para se manter. 

Com uma contribuição mensal ou anual, você ajuda a manter a Ponte de pé. Além disso, garante acesso aos bastidores da nossa redação e uma série de benefícios.

Ajude a Ponte

5 perguntas feitas à SSP de São Paulo que ficaram sem resposta

25/06/14 por André Caramante

Compartilhe este conteúdo:

 

1) Qual é o posicionamento do secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, sobre o total de mortes cometidas por PMs no Estado entre junho de 1995 e abril de 2014? Ele gostaria de conceder entrevista sobre o tema? Para o secretário, a PM de SP é violenta ou não?

2) Qual é o posicionamento do comandante-geral da PM, coronel Benedito Meira, sobre o total de mortes cometidas por PMs no Estado entre junho de 1995 e abril de 2014? Ele gostaria de conceder uma entrevista sobre o tema? Para o comandante-geral, a PM de SP é violenta ou não?

3) Por qual motivo a SSP não informa em suas estatísticas trimestrais quantas pessoas foram mortas por PMs em homicídios dolosos no trabalho e fora dele?

4) Em quais tópicos estatísticos são incluídos os homicídios dolosos praticados por PMs em serviço e na folga?

5) Para a SSP, a não apresentação desses dados em suas estatísticas trimestrais sobre a letalidade da PM não ficam comprometidas?

Leia mais:
“PMs de SP mataram 10 mil pessoas em 19 anos”

Já que Tamo junto até aqui…

Que tal entrar de vez para o time da Ponte? Você sabe que o nosso trabalho incomoda muita gente. Não por acaso, somos vítimas constantes de ataques, que já até colocaram o nosso site fora do ar. Justamente por isso nunca fez tanto sentido pedir ajuda para quem tá junto, pra quem defende a Ponte e a luta por justiça: você.

Com o Tamo Junto, você ajuda a manter a Ponte de pé com uma contribuição mensal ou anual. Também passa a participar ativamente do dia a dia do jornal, com acesso aos bastidores da nossa redação e matérias como a que você acabou de ler. Acesse: ponte.colabore.com/tamojunto.

 

Todo jornalismo tem um lado. Ajude quem está do seu.

Ajude

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo:

>