“A polícia é covarde, é assassina e se esconde atrás da farda”, diz mãe de jovem jogado do telhado e morto por PM

22/09/15 por admin

Compartilhe este conteúdo:

ClesaMaeFErnandoHenrique
Neta de policial militar, Cleusa Glória da Silva, diz que pensou em também ser policial, mas que graças a Deus não seguiu essa carreira de lixo”

Em  vídeo gravado com exclusividade para a Ponte Jornalismo, Cleusa Glória da Silva, mãe do jovem Fernando Henrique que foi jogado de um telhado e, depois de dominado, morto a tiros por policiais militares, na tarde de 7 de setembro, alerta que o crime não vai ficar impune e que não adianta ameaçá-la, porque ela não tem “medo de polícia corrupta”.

O assassinato de Fernando foi a segunda monstruosidade, nas palavras dela, que sofreu pelas mãos da Polícia Militar. A primeira foi aos 17 anos, quando foi violentada por um sargento da PM, em Belo Horizonte. Desse estupro, nasceu um menino, que 18 anos depois veio a ser assassinado também por policiais militares.

No vídeo, Cleusa conta como foi o ato de violência sexual que sofreu, diz que não vai deixar a morte de seu filho impune, revela que queria ser policial como o avô, mas que graças a Deus não seguiu essa carreira de lixo”, diz que “a polícia militar é covarde, assassina e que se esconde atrás da farda.”

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: