Dois homens morrem em ação policial na zona norte de SP

12/02/20 por Paloma Vasconcelos

Compartilhe este conteúdo:

Edson Silva dos Santos e Romário da Silva Ramos foram baleados e mortos em uma viela; moradores adotam silêncio por medo

Dois homens foram mortos na viela da rua São Urbano, na Vila Yara, zona norte de SP | Foto: Paloma Vasconcelos/Ponte Jornalismo

Uma ação policial terminou com dois mortos na rua São Urbano, próximo à avenida Elísio Teixeira Leite, na Vila Yara, periferia da zona norte da cidade de São Paulo. Edson Silva dos Santos, 33 anos, e Romário da Silva Ramos, 26, morreram no local.

A ação aconteceu por volta das 22h da última terça-feira (11/2). De acordo com a versão da SSP (Secretaria da Segurança Pública), comandada neste governo de João Doria (PSDB) pelo general João Camilo Pires de Campos, policiais militares suspeitaram de três homens que estavam em um Ford Ka.

Leia mais:

Família afirma que PM atirou no rosto e matou entregador de pizza em SP

Jovem negro é agredido por PM em abordagem na Brasilândia, zona norte de SP

‘Tá preparado para morrer?’, pergunta PM em ação policial em SP

Eles teriam fugido quando os PMs tentaram abordá-los, ainda de acordo com a versão oficial, e houve perseguição até a rua São Urbano. Lá, a polícia afirma que eles atiraram e, no revide, Edson e Romário foram mortos e o terceiro homem fugiu. Nenhum policial foi atingido.

A Ponte esteve no local do crime na manhã desta quarta-feira (12/2), mas os moradores e comerciantes da região não quiseram se identificar ao falar sobre as mortes por temerem retaliações. Eles informaram que as mortes aconteceram na viela ao lado do Mercado Vila Yara.

Quem aceitou explicar o que houve pediu anonimato e deu breves informações, uma delas sobre a falta de vestígios do confronto. “Tinha marca de sangue, mas choveu e apagou”, contou uma comerciante da região.

Na rua em que a ação policial terminou há um ponto de ônibus, onde é o fim das linhas Vila Yara e Conexão Vila Iório. Um dos funcionários informou que ouviu o momento dos disparos, mas não conseguiu ver muita coisa, pois rapidamente a rua se encheu de viaturas. “Estava chovendo, por isso não tinha gente na rua”, comentou.

Questionada pela Ponte, a SSP informou que o caso foi registrado como roubo, resistência e morte em decorrência de intervenção policial no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. Ainda de acordo com a versão policial, além do carro roubado, os homens tinham um revólver calibre 32, que foi apreendido na ação.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2019-12-05-at-21.50.01.jpeg

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: