GCMs são gravados agredindo mulher durante abordagem no centro de SP

Vídeo gravado pela passageira de um táxi mostra quando guardas dominam jovem e a jogam contra base móvel; ela se debate e é forçada a entrar no veículo

Uma mulher foi agredida por dois GCMs (Guarda Civil Metropolitano) na madrugada desta segunda-feira (10/12), perto da Praça 14 Bis, no centro de São Paulo. O caso foi registrado em vídeo pela passageira de um táxi que passou a gravação para a reportagem da Ponte. A placa da base móvel é GCM 0676.

Segundo a jovem que gravou o vídeo, que preferiu não se identificar, o caso aconteceu perto de 2h e é muito possível que a mulher agredida tenha saído de um bar que fica na praça, a poucos metros de uma farmácia e da base da PM. “Eu tava no carro e quando olhei para o lado, já vi um dos guardas empurrando a moça com as mãos para trás, já dominada. Ele tava usando já muita força, mas quando chegou perto da van empurrou ela com tudo [na direção da base móvel]”, relatou.

Um dos guardas pressionou o pescoço da mulher com um dos braços | Foto: reprodução

A passageira disse que na hora ficou chocada com a forma com que os guardas estavam tratando a mulher e decidiu gravar. O motorista deu apoio a ela. No vídeo é possível escutar o rapaz dizendo: “Pega a placa. Você tá gravando?”. E na sequência a resposta positiva da jovem.

“Nem mulher e nem homem deve ser tratado assim. Tá errado isso aí”, desabafou. “Eles empurravam ela para dentro da base e ela estava resistindo. Isso ficou muito evidente. Vamos dizer que fosse uma abordagem, tinha que ser uma agente feminina”.

A jovem, que é moradora da região e que cedeu a imagem à Ponte, disse que já tinha presenciado cenas de agressão, mas foi a primeira vez que presenciou um agente do Estado agindo dessa maneira.

A Ponte enviou o vídeo à Secretaria Municipal de Segurança Urbana de São Paulo, responsável administrativamente pela GCM, e solicitou um posicionamento e identificação dos guardas a partir da placa.

Em nota, a Guarda Civil Metropolitana informa que os dois agentes presenciaram uma briga de casal na Praça 14 Bis e ao intervir, houve reação da mulher, que “foi contida até a chegada de uma viatura de apoio. O casal foi encaminhado ao 78º DP, onde foi registrado um Termo Circunstanciado. O agente realizou exame de Corpo de Delito. Em relação à postura dos GCMs, o caso será analisado pela Corregedoria da GCM”, diz o informe oficial.

Comentários

Comentários

Colabore com a Ponte!

Enviar um comentário

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A