Policiais arrastam advogado durante desocupação em SP

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=rvI6CG-1cP4[/youtube]


Rafael Bonifácio

Uma reintegração de posse, às 5h desta quarta-feira (25), terminou com 57 famílias expulsas de um prédio na rua Aurora, na República, região central de São Paulo. Segundo os moradores, policiais militares chutaram portas, arrastaram idosos e crianças para fora do local e agiram com truculência. Durante a ação, o advogado Benedito Roberto Barbosa foi detido por volta das 7h, quando tentava manter contato com as famílias que ainda estavam dentro do prédio. Levado ao 3º DP (Santa Ifigênia), ele foi autuado por resistência à prisão.

O Centro Gaspar de Direitos Humanos, a União dos Movimentos de Moradia, a Frente de Luta por Moradia e a Central de Movimentos Populares, emitiram uma nota, criticando a prisão de Barbosa. “Sabendo ser sua prerrogativa adentrar no edifício para conversar com os moradores que se encontravam incomunicáveis pelo cerco da polícia, o advogado tentou ultrapassar o bloqueio do choque quando foi brutalmente agredido e imobilizado por agentes da tropa de choque da Polícia Militar, sendo depois detido e encaminhado ao 3º Distrito Policial onde foi lavrado Boletim de Ocorrência tipificado como crime de ‘resistência'”, diz a nota. O prédio da rua Aurora foi ocupado há seis meses por integrantes da FLM (Frente de Luta por Moradia). Cerca de 120 pessoas viviam no local e foram obrigadas a levar seus móveis para outras ocupações do movimento na região central.

Outro lado
Procurada na noite de quarta-feira, a Polícia Militar não se manifestou.

Leia mais: 

Conselho ouvirá, na próxima segunda-feira, 30, advogado detido pela PM

Colaborou William Cardoso

Comentários

Comentários

Colabore com a Ponte!

1 Comentário

Enviar um comentário

Contribua com a Ponte

Clique para doar

Catarse

feito por F E R A