PonteCast: as lutas pelos direitos de viver, estudar e expressar e os ataques a elas

12/07/19 por Ponte Jornalismo

Compartilhe este conteúdo:

No episódio 22, falamos sobre um seminário internacional ocorrido em São Paulo que tratou do sistema prisional brasileiro, a intenção do governo paulista em colocar PMs nas escolas e a tentativa de calar as vozes da quebrada

No episódio 22 do PonteCast, falamos um pouco da importância e significado de um seminário internacional sobre o sistema prisional organizado por quem está na base, ou seja, pelos familiares dos presos. Na semana passada, SP recebeu o encontro organizado pela Amparar, associação que presta apoio e auxílio para as famílias de presos e internos do sistema socioeducativo. Considerando que o Brasil tem a terceira maior população carcerária do mundo e os recorrentes casos de violações de direito dentro das prisões, há muito o que ser discutido.

A repórter Paloma Vasconcelos também traz como destaque uma participante do evento, que concedeu entrevista à Ponte e contou sua história de luta e o que a fez entrar na militância: Alessandra Felix, que integra o movimento Vozes de Mães e Familiares do Socioeducativo e Prisional do Ceará.

Arthur Stabile conta um pouco sobre o projeto “Escola Mais Segura”, que deve entrar em vigor em todo o estado de São Paulo no próximo semestre. A ideia do governador João Doria é colocar dois PMs em escolas consideradas “problemáticas”. Mas, afinal, o que é ser problemático e de onde veio a inspiração para o projeto?

Maria Teresa Cruz traz para o debate a interrupção por tempo indeterminado do programa Manos & Minas, da TV Cultura, que era exibido há mais de uma década. Essa semana a Ponte entrevistou a apresentadora Roberta Estrela D’Alva, que comentou a decisão da emissora. Na esteira desse desmanche, comentamos o quanto a cultura e a educação têm sofrido constantes ataques com cortes de verbas e mesmo uma desvalorização do conhecimento e do pensamento crítico por parte do que estão dando as cartas do jogo do poder. Aumenta o som.

Alessandra Felix durante o segundo dia do Seminário Internacional Amparar, em São Pauo | Foto: Arthur Stabile/Ponte Jornalismo

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: