Travesti é encontrada morta dentro de viatura da Polícia Civil em SP

13/10/16 por Luís Adorno

Compartilhe este conteúdo:

Policiais do 77º DP, no bairro da Santa Cecília, encontraram corpo no compartilhamento reservado para presos do carro na manhã desta quinta-feira (13)

Caso aconteceu no 77º DP, no bairro da Santa Cecília - Foto: Google Maps

Caso aconteceu no 77º DP, no bairro da Santa Cecília – Foto: Google Maps

Uma travesti, que não teve a identidade revelada, foi encontrada morta no fim da manhã desta quinta-feira (13) dentro de uma viatura da Polícia Civil de São Paulo. O caso aconteceu no 77º Distrito Policial, localizado na alameda Glete, 827, no bairro da Santa Cecília, zona oeste da capital paulista.

Jovem trans morre após ser espancada a pauladas no Parque do Carmo

De acordo com o histórico da ocorrência, registrado na delegacia e ao qual a reportagem da Ponte Jornalismo teve acesso, quando dois policiais pegariam o carro para sair do DP, perceberam a travesti morta no compartilhamento reservado para presos. A viatura tinha danos nos vidros, lataria, fechadura e acrílico interno.

Travesti agredida por PMs em SP morreu em consequência de traumatismo craniano

PMs são presos por atirar e mentir sobre morte de jovem travesti em SP

O delegado seccional de policía, Marco Antonio Pereira, e o delegado da Corregedoria Felipe Martins da Silva foram ao DP, visualizaram as imagens das câmeras de segurança da delegacia e não teriam constatado irregularidades praticadas por policiais.

Justiça ouve testemunhas sobre assassinato da transexual Laura Vermont

Família protesta após Justiça liberar 5 suspeitos de matar Laura Vermont

Assim, o DHPP (Departamento de Homicídio e de Proteção à Pessoa) foi acionado para que haja perícia no local. A reportagem solicitou ao secretário da Segurança Pública da gestão de Geraldo Alckmin (PSDB), Mágino Alves Barbosa Filho, esclarecimentos sobre o caso. Até a publicação desta reportagem, a CDN Comunicação, empresa contratada para fazer a assessoria de imprensa da pasta estadual, não havia se manifestado.

Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo: